Sangue e Trovão

Campanha no Catarse.
Capa mole e Capa Dura!

FICHA TÉCNICA:

Autor: Mark Finn
Tradução: Duda Ferreira
Editores: Alex Magnos, Marco Antonio Collares
Capa: Gio Guimarães (ilustração), Alex Magnos (descrição / conceitualização / design)
Diagramação do miolo: Edgar Rupel

ISBN
Gênero: Biografias
Data da Publicação: Setembro, 2024
País de origem: EUA
Selo editorial: Red Dragon Books, Fantastic Hub
Formato: 16x23cm
Capa: Mole e Dura com sobrecapa
Interior: pólen 80g
Páginas: 320+

A Vida e a Arte de Robert E. Howard


A biografia mais aclamada e respeitada sobre o criador de Conan, Kull de Atlântis, Bram Mak Morn, Solomon Kane que deram origem ao gênero de literatura fantástica chamado espada e feitiçaria, finalmente chega ao Brasil através de
uma parceria entre a Red Dragon Publisher e o selo editorial Fantastic Hub. Obra escrita por Mark Finn — crítico e estudioso texano.

Sangue e Trovão: A Vida e a Arte de Robert E. Howard foi publicada pela primeira vez em uma edição de livro bolso em novembro de 2006. Uma segunda edição ampliada e corrigida foi publicada em capa dura pela The Robert E. Howard Foundation Press em janeiro de 2012; em seguida, foi publicada um edição em capa mole pela mesma editora em 2013. Ambas as edições incluem uma introdução pelo escritor de suspense Joe R. Lansdale.

A obra, que é um vasto e profundo exame sobre o famoso escritor de fantasia pulp e criador de Conan, o Bárbaro, foi a primeira grande biografia de Robert E. Howard desde Dark Valley Destiny: the Life of Robert E. Howard de L. Sprague de Camp, Catherine Crook de Camp e Jane Whittington Griffin foi publicada em 1983. O livro de Finn visava, desde o começo, ser uma correção tanto para a biografia Dark valley quanto para os vários equívocos sobre Howard que se acumularam desde a morte do escritor.

De acordo com a Publishers Weekly,

“Finn silenciosamente e habilmente destrói … equívocos sobre Howard e discute Howard no contexto de um escritor popular cuja visão dispéptica da civilização foi forjada nas corruptas cidades petrolíferas do Texas em que ele cresceu… a lidar com o assunto carregado de maneira direta e imparcial.” O crítico chama a obra de “uma adição valiosa ao 100º aniversário do nascimento de Howard, que todos os leitores de fantasia e ficção regional irão apreciar”.

Bobby Derie — Doutor na obra de H.P Lovecraft, especialista em Weird Fiction e nas cartas de Lovecraft e Robert Howard, diz:

“Sangue e Trovão é o primeiro livro a apresentar a vida de Robert E. Howard através das lentes de quando e onde ele viveu. Ao olhar para Howard como um texano, no Texas de Ma Ferguson, da Lei Seca, da Grande Depressão. Mark Finn apresentou Howard não como um fracassado ou um herói, mas como um ser humano, com todas as suas falhas e vícios, esperanças e sonhos, triunfos e tragédias, até o amargo fim, e além, para mostrar um legado que ainda perdura até hoje.”

Dierk Guenter — Doutor na obra de Robert Howard e suas relações com a fronteira do Texas, diz:

“Sangue e Trovão” do Mark Finn não é apenas um marco nos estudos sobre Robert E. Howard, é simplesmente a melhor biografia disponível sobre a vida e a arte de Howard. Sem dúvida, continuará sendo a melhor biografia sobre Robert E. Howard por muitos anos.

Enquanto outras biografias disponíveis de Robert E. Howard consistem em curiosidades bem conhecidas e facilmente acessíveis ou até mesmo espalhadas por fabricações descaradas, “Sangue e Trovão” do Mark Finn fornece informações bem pesquisadas, competentes e confiáveis sobre a vida e a obra de Howard.

Em “Sangue e Trovão”, Mark Finn apresenta novos aspectos que vão muito além dos fatos pelos quais Robert E. Howard é normalmente conhecido. Finn demonstra brilhantemente que Robert E. Howard foi mais do que apenas um escritor de ficção pulp, o criador do herói Conan da Ciméria e o fornecedor dos modelos para o subgênero de fantasia, espada e feitiçaria.

“Sangue e Trovão” estabelece Robert E. Howard como um escritor enraizado na tradição das histórias exageradas do Texas, representando a cultura, tradição, mentalidade e história do Estado da Estrela Solitária, onde ele nasceu, foi criado e passou sua vida. Isso torna “Sangue e Trovão” leitura obrigatória para todo pesquisador sério da vida e obra de Howard, bem como para leitores que desejam aprender mais sobre o homem por trás das histórias com personagens icônicos como Conan da Ciméria, Kull da Atlântis e Solomon Kane.”

Conheça o autor

MARK FINN

É o pseudônimo de Mark Farr-Nash (nascido em outubro de 1969), um escritor, ensaísta e dramaturgo americano de ficção científica e fantasia. Em 2007 ele foi indicado ao Prêmio Especial World Fantasy: Profissional.

O primeiro trabalho publicado de Finn foi uma série de histórias em quadrinhos que ele escreveu e desenhou para a Absolute Comics, notadamente a série “Punk” que ele criou com William Traxtle e Shane Campos, entre outros, de 1991 a 1994. Ele deixou os quadrinhos em meados de 1994 para se concentrar na escrita de ficção. Ele também escreveu vários ensaios e artigos para o site online da Playboy antes de estabelecer sua própria coluna semanal autodistribuída, “Finn’s Wake”.

Finn retornou ao Texas no final da década de 1990 e formou o Clockwork Storybook com os colegas escritores Chris Roberson, Matthew Sturges e Bill Willingham. A antologia mensal com alcance mundial de fantasia urbana que produziam era centrada na cidade fictícia de San Cibola, Califórnia, e nos habitantes mágicos que viviam lado a lado com os cidadãos normais. Desse coletivo, Finn publicou os romances Gods New & Used e Year of the Hare, a primeira coleção de histórias que giram em torno de Sam Bowen. Mais tarde, Finn tornou-se editor colaborador do RevolutionSF.com e escreveu vários artigos e resenhas para o site.

Finn trabalhou para a Chessex Manufacturing por um ano, atuando como editor-chefe, onde trabalhou em uma série de linhas de produtos, incluindo Lost Worlds, Sherlock Holmes, Consulting Detective, e ajudou a projetar uma variedade de produtos de jogos auxiliares para Vampire: the MasqueradeCall of Cthulhu, a linha Speckled Dice de Chessex e outros.

Finn atuou como diretor criativo da Violet Crown Radio Players, uma trupe de teatro de áudio com sede em Austin, Texas, de 2002 a 2007. Ele escreveu vários roteiros originais com aclamação da crítica e também adaptou romances e contos para um formato de rádio antigo, mais notavelmente “As Aventuras do Marinheiro Steve Costigan” e “King Kong”, que foi indicado ao prêmio B. Iden Payne.

Ele iniciou seus estudos sobre Robert E. Howard em 2002 e hoje é considerado um especialista. Sua biografia de Howard, Sangue e Trovão: A Vida e a Arte de Robert E. Howard, foi lançada em novembro de 2006 na World Fantasy Convention e foi finalista do Locus Awards de 2007 como Melhor Livro Não-Ficção. Por seu trabalho em Sangue e Trovão, Finn foi indicado ao World Fantasy Award de 2007 na categoria Special Award Professional. Finn ganhou o Prêmio Cimmerian de 2005 por Realização Extraordinária, Melhor Ensaio (por “Fists of  Robert E. Howard” de The Barbaric Triumph) e o Acadêmico Emergente, além do Prêmio de Realização Extraordinária de 2007, livro de um único autor (por Sangue e Trovão) e Realização Extraordinária, Website (junto com Leo Grin, Rob Roehm e Steve Tompkins para o blog The Cimmerian).

Em 2013, 2014 e 2016, Finn foi nomeado um dos principais críticos de cinema do Texas pela Premiação Texas Associated Press Managing Editors.

Mark Finn é membro fundador do podcast Gentlemen Nerds.

Lançamentos na Loja