FILOSOFIA

Mitologia, Psicologia e assuntos relacionados.


O que vem por aí…

Conheça nosso catálogo…

O Julgamento e a Morte de Sócrates

Platão

Tradução: Alex Magnos
Textos traduzidos do grego e do inglês.

Sócrates é uma das grandes figuras da história ocidental e é considerado o fundador de sua tradição filosófica. Nos Diálogos, de seu pupilo e colega filósofo, Platão, surge um retrato fascinante de um homem que rejeitou a riqueza material e acreditou acima de tudo no aprendizado e na investigação. Eutífron, Apologia, Críton e Fédon recontam o julgamento de Sócrates sob a acusação de corromper a juventude de Atenas, seu desafio ao tribunal e seus últimos dias na prisão, passados em discussão com amigos. Constituem uma excelente introdução a uma figura corajosa e cativante que pagou com a vida pelo direito ao livre pensamento.

Platão está entre os filósofos mais influentes de todos os tempos. Junto com seu professor Sócrates e seu aluno Aristóteles, pode-se dizer que ele lançou as bases para a filosofia, ciência e ética ocidentais, bem como estabeleceu a primeira academia de ensino superior no mundo ocidental.

O julgamento de Sócrates refere-se ao julgamento e subsequente execução do filósofo ateniense Sócrates em 399 a.C. Sócrates foi julgado e condenado pelos tribunais da Atenas democrática sob a acusação de corromper a juventude e promover a descrença nos deuses ancestrais. O julgamento foi descrito por dois contemporâneos de Sócrates, Platão e Xenofonte, e é um dos julgamentos mais famosos de todos os tempos. O julgamento, os últimos dias e a morte de Sócrates são apresentados neste volume através de quatro obras de Platão. Essas obras são Eutífron, Apologia (ou seja, Discurso de Defesa), Críton e Fédon (cena da morte de Sócrates).

Nosso Catálogo

wpChatIcon